Como esquecer um fato ruim

coach-ama-ajudar-pessoas
Coach: o profissional que ama ajudar as pessoas
maio 2, 2016
Um-acompanhamento-que-voce-precisa
Um acompanhamento que vai ajudar você
maio 2, 2016

Como esquecer um fato ruim

como-esquecer-um-fato-ruim

A vida é construída através de relacionamentos e vivências, que moldam nosso caráter, personalidade e, geralmente, norteiam nosso progresso como ser humano. Entre as diversas etapas que encontramos durante nosso caminho, no entanto, existem os acontecimentos negativos que podem nos ensinar, prejudicar ou até mesmo traumatizar. Fugir ou escapar de momentos ruins é algo praticamente impossível, em determinadas fases da nossa vida teremos que enfrentar situações que fogem do nosso controle. A grande questão não é apenas como evitar tais acontecimentos, mas sim como lidar com a influência negativa que pode ser exercida sobre cada um.

Do aspecto social temos as melhores formas de combater tais problemas. O suporte familiar e de amigos mostra-se um grande aliado nesses momentos, pois o carinho e o acolhimento de parentes sempre nos ajudam a enxergar a força que existe entre os mais queridos e como um fato negativo pode gerar consequências em cadeia. Além disso, é possível que os laços de amizade também concedam o apoio necessário para enfrentar fases difíceis, uma vez que vencer um problema com a companhia de quem você gosta é mais suportável do que batalhar sozinho.

No entanto, nenhum apoio de amigos ou familiares surtirá efeito caso a própria pessoa não demonstre a força necessária. Os momentos ruins e a negatividade apresentam a capacidade de travar nossa mente, nos colocando em inércia e retardando nosso progresso na vida. É fundamental, portanto, que consigamos enxergar a vida de um ângulo diferente para esquecer o que passou de ruim. A força de vontade é o principal mecanismo para ultrapassar as etapas necessárias para dar continuidade e seguimento nos nossos planos.

Um dos caminhos possíveis para esquecer momentos negativos e seguir em frente é buscar bloquear a memória negativa, obrigando a si mesmo a não pensar mais em determinado acontecimento. Pode parecer difícil, mas, novamente, cabe a nossa força de vontade. Escolher alguma memória secundária feliz para se agarrar a cada vez que a recordação indesejada surgir é uma opção válida, assim como buscar diversão saudável através de algum entretenimento ou um hobby. O grande objetivo aqui é impedir que má lembrança se torne consciente e palpável.

Nesses momentos, o trabalho de coaching pode se mostrar também como um aliado. A partir desse método se torna alcançável determinar as suas principais limitações e resistências, dando clareza para que a pessoa consiga focar nos seus melhores atributos e buscar corrigir seus defeitos. Além disso, esse mecanismo permite direcionar a mentalização através das suas principais qualidades, ao mesmo tempo em que aguça sua percepção através de um processo de investigação interna e autodesenvolvimento.

Existem ainda os métodos tratados como terapêuticos e científicos. Entre os mais conhecidos e funcionais temos a terapia de extinção, onde um grupo social imita sinais de ameaça em ambientes seguros visando eliminar as associações de medo, tristeza ou agonia que os pacientes possam realizar junto à memória negativa. Outro método pouco ortodoxo se encontra na tentativa de regredir temporariamente o cérebro a um estado infantil para aproveitar a sua maleabilidade. Desta forma, seria possível adaptar a memória ou até mesmo realizar a sua exclusão, conseguindo apagar permanentemente a lembrança traumática.

Não é fácil essa tarefa eu sei, mas juntos podemos fazer mais e melhor, vamos tentar? Clique aqui e veja o que preparei para você, uma consultoria gratuita que tenho certeza que irá ajudar você de uma forma toda especial!

Te espero!

Até a próxima, sucesso sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *