Quem eu sou, e que Autoridade tenho para dizer isto!

o-oitavo-ponto
O Oitavo Ponto – Cuidar.
novembro 8, 2016
dezembro
Dezembro
dezembro 14, 2016

Quem eu sou, e que Autoridade tenho para dizer isto!

quem-sou-eu-Helena-Beatriz

Depois de ter escrito esta série de artigos que eu escrevi para contar como foi a minha experiência, e como é que eu cheguei a descobrir que eu precisava me cuidar eu quero responde pra você uma pergunta que com certeza está aí, e não quer calar.

Que autoridade eu tenho pra dizer as coisas que eu disse nestes artigos?

Que autoridade a vida me deu, ou que estudos fantásticos eu fiz que me deram recursos para

eu falar o que eu estou falando.

A minha autoridade vem de um tempo de 25 anos que eu vivi e convivi com a situação da doença em casa.

Quando tudo aconteceu eu já havia concluído o Curso de Letras na UPF, Técnicas Industriais na UFGRS, já havia trabalhado como professora, estava funcionária do Banco do Brasil S.A.  Já estava praticando os conceitos de PNL, fazendo Meditação, buscando intensamente o autoconhecimento.

A vida nos encaminha.

Nesta fase eu tive muita garra, muita vontade, muita persistência.

Após eu fui estudando mais e mais e mais. Ainda conto mais adiante.

Esta Sou Eu. Tudo o que eu falo, tudo o que eu ensino, tudo o que eu conto no CUIDE-SE, e tudo o que eu trago e sugiro que você faça, é fruto da minha experiência pessoal.

Lembra-se que as experiências podem ser melhoradas. A primeira é mais demorada, a segunda você faz mais rápido, a terceira já vai para o piloto automático e você se acostuma a simplificar, e a vida fica mais leve.

Eu quero ajudar você a CUIDAR-SE!!

Ainda hoje, eu escutei uma pessoa me dizendo assim: ” Helena você nem viveu, você só cuidou da doença”.

Eu pensei, fechei os olhos e conclui: “quanto engano”. É como se tudo tivesse sido horrível, só sofrimento, é como se tudo fosse um poço muito fundo, que um dia alguém me tirou de lá de dentro.

Então, o que eu quero dizer pra você que esta forma de viver que o CUIDE-SE traz, é também uma outra forma de olhar para as coisas, e que eu vivi sim, 25 anos, observando, ajudando, cuidando de lá e cuidando muito de mim.

Quando eu penso que a minha história e a história do meu marido poderiam ser tão iguais, que tudo poderia ter acabado em óbito de uma forma dolorosa eu lembro que a minha persistência, a minha coragem, a minha vontade, o meu ímpeto pelo novo, e uma crença poderosa que vive aqui dentro de mim – TUDO É POSSÍVEL-, vamos ver, vamos achar um jeito, e vamos fazer.

Este é o CUIDE-SE!

Vem pra cá. Eu ajudo você.

Eu me comprometo seguir passo a passo com você para que você se sinta acolhido/cuidado, para que você faça a sua transformação, sinta-se bem e leve para aquelas pessoas que estão perto de você uma nova forma de viver, produzir e SER.

PROGRAMA CUIDE-SE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *